SPFW: marca do Emicida leva diversidade à passarela

backstage-lab-spfw-n42_1

A estreia da LAB, assinada por Emicida e seu irmão, Evandro Fióti, encerrou o segundo dia da fashion week de São Paulo. Com direção criativa de João Pimenta, a coleção conseguiu misturar influências orientais e africanas com looks todos em preto, branco e vermelho. “Sou uma mistura de referências muito bagunçada”, diz Emicida. “Partimos a inspiração de um samurai negro, o Yasuke. Mas o rap está bem representado nas criações. A essência da nova marca ‘é nóis'”.

Não foram apenas as roupas que chamaram atenção na passarela, mas também o time de modelos que trazia diversidade e empoderamento. Para começar, 90% do casting era de modelos negros, muito diferente de outros desfiles internacionais  e nacionais. De acordo com um relatório da Fashion Spot, os modelos não-brancos que participaram dessa última temporada de moda em NY, Milão, Londres e Paris era apenas de 25%.

backstage-lab-spfw-n42_2

Além disso, a marca levou às passarelas profissionais que fogem do padrão magro e esguio que a indústria tanto impõe. Sam Gonçalves, modelo com vitiligo, também estreiou na SPFW desfilando para a marca.

backstage-lab-spfw-n42_3

Com um casting lindo e diversificado, a marca conseguiu apresentar a sociedade como ela é de verdade! ❤

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s