A crítica social por trás da fantasia de Beyoncé e Jay-Z

A rainha Beyoncé e seu marido Jay-Z mostraram como serem criativos e originais ao mesmo tempo que chamam atenção para um assunto muito sério: a falta de representatividade na mídia. O casal se fantasiou de Barbie e Ken negros para comemorar o Halloween, colocando em questão a ausência do negro na cultura pop.

rs_600x600-161101045911-600-beyonce-jay-z-blue-ivy-black-barbie-black-ken-halloween-103116

O assunto abordado pela cantora é muito importante ser discutido. A falta de representatividade negra não está apenas presente em brinquedos, mas também na indústria cultural como um todo.

O número de mulheres negras na passarela ainda é reduzido, assim como no mundo da internet. No Brasil, as blogueiras mais conhecidas, como Camila Coutinho, Camila Coelho e Júlia Petit, são todas brancas. Claro que existem digital influencers negras nesse meio tecnológico, mas o número ainda é muito menor e, por isso, crianças negras crescem com pouquíssimas referências para se inspirarem. Afinal, como você vai se achar bonita se quando olha as revistas e assiste televisão as pessoas que são ditas “as mais lindas no mundo” são todas brancas? 

A maquiagem também é um problema que mulheres de pele escura sofrem. É muito difícil encontrar tons que correspondam a cor da sua pele. Algumas modelos já revelaram que por causa disso acabam tendo que levar seus próprios produtos, como o caso de Nykhor Paul, que disse “Por que eu tenho que levar minha própria maquiagem para desfiles enquanto as outras modelos brancas precisam apenas aparecer?“.

Com essa nova percepção, podemos observar que finalmente o mercado de beleza começou a dar ouvidos a essa diversidade e cada vez mais marcas estão  entendendo a importância da representatividade.

Marcas de maquiagem e roupas estão aderindo a produtos que possam combinar com todos os tons de pele. O batom da Kylie Jenner, por exemplo, criou os famosos lip kits especialmente para peles mais escuras. São tantos tons de nude diferentes que combinam com todos os tons de pele. Ela ainda falou sobre isso: “Eu criei este kit para peles escuras, mas acredito que ele fica maravilhoso em todo mundo”.

justine-e-kylie-foto-divulgacao

Christian Louboutin, esse ano, decidiu introduzir na sua cartela de cores da The Nude Collection, mais 7 tons de nude. E, quando falamos de lingerie, a marca britânica Nubia Skin está em destaque por tentar encontrar calcinhas e sutiãs que não marquem a roupa para mulheres negras.

christian-louboutin-nude-ballet-flats-collection-2

A indústria ainda não está nem perto de chegar no objetivo pretendido, mas é bom saber que cada vez mais o assunto está sendo debatido.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s